Boticário lançará primeira linha de perfumes criados por inteligência artificial

24 de outubro de 2018

Tentando sempre inovar, o grupo Boticário revelou que irá lançar a primeira linha de perfumes do mundo criados com a ajuda de uma inteligência artificial. Criada numa parceria entre IBM e Symrise (empresa alemã que é a principal fornecedora de fragrâncias para O Boticário), a IA recebeu o nome de Phylira em homenagem à deusa grega do perfume.

A nova linha de produtos é uma tentativa da marca de alcançar o público da geração Y e dos millennials. Para cumprir esse objetivo, Phylira cruzou uma série de informações referentes às fórmulas, ingredientes, história da perfumaria e taxas de aceitação do consumidor que resultaram em duas combinações de fragrâncias que levam um pouco de frutas, flores, doces, especiarias e até mesmo ingredientes nada tradicionais, como leite condensado e pepino, mostrando que a IA consegue considerar até mesmo combinações que normalmente passariam despercebidas por perfumistas.

Além das combinações inusitadas, o uso de IA também diminuiu consideravelmente o tempo de criação de uma nova fragrância, fazendo com que um processo que normalmente dura três anos fosse concluído em apenas seis meses. Como a máquina cuida da parte “pesada” de testar todas as possíveis combinações de fragrância, os profissionais de perfumaria têm mais tempo para se dedicarem a questões que necessitam de uma sensibilidade humana, como a lapidação final do produto.

Mas a Phylira ainda não é uma aquisição certa de O Boticário: a IA está em “período de experiência” e dependerá do sucesso de suas fragrâncias para ser “contratada” de vez. A empresa ainda não revelou qual será a data de lançamento e nem a faixa de preço das novas fragrâncias, mas já avisou que elas só serão lançadas em 2019.

Fonte: Exame