Microsoft usa inteligência artificial para melhorar atualizações do Windows

18 de junho de 2018

A Microsoft quer usar a inteligência artificial para aprimorar as atualizações do Windows 10.  A empresa afirma que trabalha para fazer com que o aprendizado de máquina identifique quais máquinas devem receber primeiro novas versões do sistema operacional, e quais podem ficar para mais tarde.

A tecnologia da Microsoft identifica quais computadores devem ter boa experiência de uso com uma atualização do Windows 10, e direciona o update inicialmente para essas máquinas.

Quando a inteligência artificial estima que um computador pode sofrer problemas com a atualização, ela deixa a máquina de lado no update. A Microsoft então espera por uma versão mais confiável da atualização para disponibilizá-la para esses computadores.

A empresa iniciou um teste da tecnologia com a atualização Fall Creators Update do Windows 10, lançada no ano passado. Os resultados iniciais foram animadores e a Microsoft percebeu mais números satisfatórios registrados e menos problemas.

As melhorias na atualização de 2018:

  • 20% de redução dos problemas de estabilidade no sistema
  • 20% de redução nos problemas de estabilidade do sistema operacional e do driver, em colaboração com nossos parceiros de hardware, em mais de 400k drivers do ecossistema
  • Atualizações mais rápidas, reduzindo a quantidade de tempo que o seu dispositivo fica off-line, atualizando em até 63% (Curiosidade: a telemetria mostra um PC baseado nos EUA atualizando da Fall Creators para a Abril de 2018 em apenas três minutos!)
  • Carregamento do Edge melhorado em até 40-50% (após a janela de logon)

Aos poucos, a empresa pretende ampliar o uso da tecnologia, e mais computadores fizeram parte do teste na atualização de abril. De acordo com a Microsoft, o uso da inteligência artificial permitiu que 250 milhões de dispositivos recebessem a atualização em menos tempo do que com a Fall Creators Update.